finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ouro volta a ser investimento mais rentável em novembro

Aplicação havia perdido espaço para o dólar em outubro, mas voltou ao topo com valorização de 13,33%

Da Redação,

28 de novembro de 2008 | 18h56

A crise financeira mundial levou novamente o ouro ao topo do ranking de investimentos em novembro. Em outubro, a aplicação, considerada mais segura em momentos de turbulência, havia perdido espaço para o dólar, mas voltou à liderança neste mês, com 13,33% de rentabilidade. O dólar comercial vem em segundo lugar, com valorização de 7,33% no mês, a quarta alta mensal consecutiva. Veja também:Bovespa sobe 1,06% no dia, mas fecha novembro no vermelhoDe olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise   O último lugar da lista ficou com a Bolsa de Valores de São Paulo que, apesar da melhora no resultado na comparação com o mês passado - a Bovespa acumulou queda de 1,77% em novembro, contra 24,8% em outubro - não conseguiu ganhar posições. A penúltima posição ficou com o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), que, influenciado por uma alta menor no dólar, subiu apenas 0,38% no mês.  As outras aplicações - CDBs, fundos DI e renda fixa, caderneta de poupança - ficaram nas posições intermediárias da lista, com valorizações entre 0,86% e 0,66%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.