Pacote agrícola é o 'melhor da história', diz ministro

O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, afirmou durante a cerimônia de lançamento do Plano de Safra 2012/13, que o pacote de medidas de apoio ao setor agropecuário "é o melhor da história". Ele afirmou que o plano de safra segue a política econômica do governo, que prioriza o aumento do montante de recursos e redução da taxa de juros.

VENILSON FERREIRA, Agencia Estado

28 de junho de 2012 | 11h13

Mendes Ribeiro afirmou que a alocação de R$ 155,2 bilhões para financiar o setor rural, aliada à política de preços mínimos e seguro rural vai contribuir para que o Brasil colha na próxima safra 2012/13 170 milhões de toneladas de grãos.

Ele destacou que o plano tem medidas importantes como a redução das taxas de juros, aumento dos limites individuais e incentivo aos médios produtores rurais, além de apoio às cooperativas e avanço nos programas de investimentos e seguro agrícola.

O ministro disse que as mudanças no seguro agrícola proporcionaram maior proteção a menores custos para os agricultores. No caso do Proagro a cobertura dobrou de R$ 150 mil para R$ 300 mil reais por beneficiário.

Ele ressaltou o programa de subvenção ao crédito, que a partir da próxima safra será diferenciado para as propriedades que tiverem assistência técnica e respeitarem o zoneamento agrícola. Mendes Ribeiro salientou que as políticas de seguro agrícola proporcionarão o aumento do capital segurado de R$ 9 bilhões para R$ 16 bilhões. A área de cobertura passará de 10 milhões de hectares para 15 milhões de hectares em dois anos, estimou.

Tudo o que sabemos sobre:
Planosafra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.