bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Pacote cambial deve sair na quinta

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta quarta-feira que a medida provisória com as mudanças na legislação cambial deve ser divulgada na próxima quinta-feira. O ministro disse que a reunião extraordinária do Conselho Monetário Nacional (CMN), na qual será fixada em 30% o porcentual de flexibilização da cobertura cambial, também pode ser realizada nesta quinta-feira."A reunião é fácil porque já há concordância dos membros do CMN. É só montar o voto", afirmou. Com a publicações da medida, é esperado que finalmente o real fique menos valorizado, o que estimulará as vendas externas e revolverá o problema de exportadores.Porém, alguns analistas dizem que as mudanças não terão o efeito desejado. Exemplo disso é a opinião do presidente do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) e da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), Josué Christiano Gomes da Silva. Ele avalia como positivo o pacote divulgado na última semana, na medida em que diminui a burocracia para os exportadores e seu custo cambial. Para ele, no entanto, as medidas seriam totalmente inócuas caso tivessem sido formuladas para depreciar o real em relação ao dólar. "Não acredito que o pacote teve como objetivo o câmbio. Mas, em relação aos custos das empresas, foi uma medida importante", afirmou, lembrando que o fator apreciador do real são os juros "altíssimos", que atraem capitais especulativos.

Agencia Estado,

02 de agosto de 2006 | 15h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.