Pacote de incentivos nos EUA pode alcançar US$ 150 bi

O presidente dos EUA, George W. Bush, disse que um pacote de estímulo à economia precisa ser aprovado o mais rapidamente possível, para proteger a economia norte-americana de uma recessão, e defendeu a adoção de incentivos fiscais para as empresas e um alívio fiscal "rápido e direto" para pessoas físicas.Para ser eficaz, disse Bush, o pacote de estímulo precisa ser adotado imediatamente e deve ser temporário. Para ele, o tamanho do pacote deve ser de aproximadamente 1% do PIB dos EUA (de US$ 130 bilhões a US$ 150 bilhões)."Esse pacote para o crescimento deve ser construído sobre a base de um alívio fiscal amplo, que vai afetar diretamente o crescimento econômico, e não o tipo de projeto de gastos que teria um impacto pequeno em nossa economia. Ao aprovar com rapidez um pacote efetivo para o crescimento, nós poderemos dar uma injeção que mantenha saudável uma economia fundamentalmente forte", afirmou Bush. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.