Padronização do etanol será tema de discussões entre países

Representantes do Brasil, da Índia, da China, Estados Unidos, União Européia e África do Sul vão se reunir, até o final deste mês, para discutir o tema da padronização do etanol. De acordo com o embaixador brasileiro nos Estados Unidos, Antonio Patriota, ainda não há data nem local definidos para esse encontro, que, segundo ele, não será de nível ministerial. "O debate sobre esse tema (padronização) avançará neste ano", previu Patriota. A padronização é um passo necessário para que o álcool combustível (etanol) passe a ter status de uma commodity no mercado internacional. "Poderemos ter novidades em breve, em termos de coordenação plurilateral", informou.O embaixador esclareceu ainda informou que Brasil e EUA estão elaborando uma agenda de visitas bilaterais futuras - de chanceleres e presidentes da República. Ressaltou, entretanto, que ainda não há condição de anunciar nenhuma data. As visitas foram um dos temas discutidos no encontro desta quarta. Patriota informou que o governo brasileiro quer intensificar os contatos políticos no nível de secretários (ministros) de Estado.Ele disse também que a secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, tem interesse em vir ao Brasil, mas não citou datas. "Diferentes datas estão sendo analisadas", disse. E acrescentou que ele e o chanceler Celso Amorim gostariam que Rice fosse a Salvador (BA), uma vez que ela já manifestou interesse em conhecer a Bahia. "Ela é muito engajada no fato de o Brasil e os Estados Unidos serem as maiores democracias multiétnicas da Região", disse o embaixador brasileiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.