País deve exportar mais etanol, prevêem usineiros

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) revisou para cima sua projeção de exportação do etanol brasileiro na safra 2008/2009, por conta da alta do preço do milho que elevou o custo de produção do biocombustível no mercado americano. "Já trabalhamos que o volume a ser exportado nesta safra fique em torno de 4,5 bilhões de litros a 5 bilhões de litros'', disse o presidente da entidade, Marcos Jank, em entrevista ao ?Estado?. Antes, a expectativa da Unica era de que as exportações brasileiras somariam 3,9 bilhões de litros. A mais recente alta do preço do milho decorre da crise de produção enfrentada pelos produtores americanos do Meio-Oeste, que estão sendo afetados pela cheia do Rio Mississippi. Com o aumento do nível do rio, áreas de produção de milho em Estados como Iowa e Illinois estão sendo alagadas. "Com isso, o milho está custando US$ 8,00 o bushel (25,4 quilos)", afirmou Jank. O aumento da matéria-prima já tem levado, até mesmo, algumas empresas americanas a paralisarem a produção de etanol, o que abre oportunidade para os produtores brasileiros suprirem essa lacuna no mercado dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.