finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

País deve fechar o ano com 120 milhões de celulares

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardenberg, disse que o setor de telefonia móvel no Brasil deverá encerrar este ano com cerca de 120 milhões de celulares. "Tivemos 114 milhões de celulares no mês passado e se considerarmos que os dois últimos meses são fortes em venda, o resultado final do ano deve ser muito próximo a 120 milhões", afirmou.Sardenberg informou que a Anatel deve concluir em três meses o projeto de reorganização da agência. "É mais que reestruturação. Não estamos pensando em mexer só no organograma, estamos pensando em ir um pouco além, dar ênfase a certas questões fundamentais, como capacitação e recapacitação (do quadro de pessoal)", afirmou.Segundo ele, a tecnologia está avançando muito rápido e a agência precisa acompanhar esta evolução. "Tudo que pensávamos há 10 anos está superado, no caso das telecomunicações muito mais", afirmou. Além disso, de acordo com ele, o número de usuários dos serviços tem aumentado muito.Ele citou o exemplo da telefonia celular. "Pensava-se, em 2000, que neste ano o Brasil teria 58 milhões de celulares e chegará muito próximo a 120 milhões." Sardenberg participou hoje do lançamento, pela Claro, de serviços de terceira geração (3G) da telefonia celular.

GERUSA MARQUES, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 15h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.