finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

País está preparado para sair fortalecido da crise, diz Alencar

Para vice-presidente, Brasil dificilmente sofrerá problema maior devido à crise no mercado de crédito dos EUA

Tânia Monteiro, do Estadão,

16 de agosto de 2007 | 13h07

O vice-presidente José Alencar disse nesta quinta-feira, 16, que o Brasil poderá sair fortalecido da crise que atingiu as bolsas de valores internacionais. "Não acredito que a crise possa afetar a economia brasileira, eu me refiro à economia real. O Brasil está preparado até para sair fortalecido da crise", declarou Alencar, após participar de uma cerimônia no Palácio do Planalto, de assinatura de convênios para facilitar a oferta de emprego a militares temporários que deixam as Forças Armadas.   Veja também: Bovespa cai 5,5% na mínima do dia, por temores com EUA Onda de prevenção a prejuízo se abate e juro futuro sobe O sobe de desce do dólar Os efeitos da crise do setor imobiliário dos EUA Ouça a análise do comentarista Celso Ming    Ele comentou que o problema enfrentado pelas bolsas ao redor do mundo "advém de investimentos feitos nos Estados Unidos, na área imobiliária, que oferecia garantias imobiliárias". O vice-presidente lembrou também que esta taxa de investimentos "foi alvo de interesse no mundo inteiro, menos no Brasil e esses títulos não estão presentes no mercado brasileiro". Por isso, Alencar entende que o Brasil não será atingido pela crise.   Ao ser lembrado de que a Bovespa está caindo, o vice-presidente declarou: sempre "que há problemas no campo financeiro, eles atingem também as bolsas que são sensíveis". Mas salientou: "não tenho dúvidas de que economia brasileira alcançou um grau de sustentação pelas condições que temos hoje, e que dificilmente o Brasil poderá sofrer um problema maior em relação a essa questão".   Para o vice-presidente, "aqueles que aplicam em bolsa sem consciência, quase que como um jogo, são os maiores responsáveis" pela crise.

Tudo o que sabemos sobre:
Aversão ao riscoJosé Alencar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.