finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

País fecha janeiro com mais de 205 milhões de celulares

O Brasil terminou o mês de janeiro deste ano com 205,1 milhões de telefones celulares, de acordo com números divulgados hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Durante o primeiro mês de 2011, foram realizadas 2,2 milhões de novas habilitações ao sistema de telefonia móvel nacional. Com isso, a "teledensidade" aumentou para 105,74 acessos para cada grupo de cem habitantes. Ou seja, há mais de um celular por habitante.

AYR ALISKI, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2011 | 19h28

Na forma de pagamento, a liderança disparada é dos celulares pré-pagos, com 168,8 milhões, ou 82,32% do total. Os pós-pagos somaram 36,2 milhões ao final de janeiro, ou 17,68% do total. A Anatel destaca também o avanço dos terminais móveis com tecnologia 3G, que garante acesso à banda larga móvel: eram 22,5 milhões de acessos com essa característica ao final do mês passado.

A Região Sudeste detinha 45,73% dos celulares do País ao final de janeiro, com 93,8 milhões. Mas é o Centro-Oeste que registra a maior "teledensidade", com 126,3 linhas para cada grupo de cem habitantes.

Na divisão de mercado por operadora, a Vivo segue na liderança, com participação de 29,65%. Em segundo lugar ficou a Claro, com fatia de 25,46%. A TIM obteve o terceiro lugar (25,26%) e a Oi o quarto lugar (19,28%). A Anatel cita também a CTBC, Sercomtel e Unicel, cada uma com menos de 1% do mercado.

Tudo o que sabemos sobre:
celularestelefoniaAnatel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.