Alan Santos/PR
Alan Santos/PR

País foi tomado por onda de pessimismo nos últimos tempos, diz Temer

Em Salvador, presidente elogiou a atuação de Henrique Meirelles e enalteceu a relação entre seu governo e a iniciativa privada

Caio Rinaldi e Thaís Barcellos, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2018 | 22h51

SÃO PAULO - Em discurso em Salvador, o presidente Michel Temer (MDB) falou na noite desta sexta-feira, 6, que o País foi tomado por uma onda de pessimismo nos últimos tempos.

+++ Corrupção no governo é a notícia mais lembrada da gestão Temer, diz Ibope

"Antes, o otimismo no Brasil era bem maior, não havia diferença tão grande entre os brasileiros", declarou.

+++ Henrique Meirelles deixa o Ministério da Fazenda

O presidente participou de solenidade de apresentação da nova diretoria da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb).

+++ Temer defende uso das Forças Armadas na segurança pública

O presidente enalteceu a relação entre seu governo e a iniciativa privada. "A governabilidade vem pela conjugação do setor público com a iniciativa privada", disse, ressaltando que os avanços conquistados durante sua gestão não seriam possíveis sem esta parceria. "Enfrentamos as maiores dificuldades do governo num período de dois anos, mas o País não parou."

O presidente também elogiou o trabalho do ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que nesta sexta deixou o cargo para tentar disputar as eleições deste ano.

"Foram mais de 1,5 milhão de empregos criados nestes quatro últimos trimestres", apontou.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.