País investe em indústria na Hungria

Grupo industrial chinês comprou um pedaço da BorsodChem, uma das principais fabricantes de poliuretano da Europa

, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2010 | 00h00

Na Hungria, o Grupo Industrial Wanhua adquiriu recentemente uma participação na BorsodChem, uma das principais fabricantes de poliuretano da Europa Central e do Leste.

A Wanhua, sediada na cidade de Yantai, é grande produtora de isocianatos, matéria-prima usada pelas indústrias da construção e automotiva e na fabricação de eletrodomésticos e calçados.

A companhia vende para os mercados dos EUA e do Oriente Médio, e buscava uma presença na Europa, disse Howard Ding, vice-gerente geral da Wanhua.

A sede da BorsodChem fica em Kazincbarcika, uma cidade no nordeste da Hungria construída em 1949 como polo da indústria química e de fertilizantes. Privatizada em 1991, passou a ser listada em bolsa cinco anos mais tarde e foi adquirida em 2006 por dois fundos privados, Permita e Vienna Capital Partners.

Eles procuraram investidores para ajudar a pagar a construção de uma fábrica e aliviar as dívidas de quase de 1 bilhão.

Em junho, a Wanhua contribuiu com 140 milhões para concluir a construção de uma fábrica. Em troca, recebeu 38% da First Chemical, a holding da BorsodChem, e uma opção de compra das ações restantes nos próximos 24 meses.

Wolfgang Buechele, diretor executivo da BorsodChem, disse que, sem a Wanhua, a companhia teria encontrado dificuldades para crescer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.