País ?menos vulnerável? e juros continuam caindo, aponta Palocci

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, avaliou em almoço com deputados petistas que, apesar da turbulência externa, a situação do Brasil é tranqüila. O ministro disse, segundo relato de deputados que participaram do encontro, que "estamos menos vulneráveis". Palocci apresentou números para mostrar que a dívida em dólar diminuiu e que a dívida com relação ao Produto Interno Bruto (PIB) também é menor na comparação de 2002 com 2003.Na avaliação do ministro, segundo os deputados, o dado mais preocupante é o preço do petróleo, que está acima da expectativa. Quanto ao dólar, deputados contaram que Palocci considera que, apesar da valorização da moeda americana, os sinais são de que haverá um reequilíbrio e o dólar ficará um pouco acima do que estava anteriormente. "Isso não vai trazer grandes impactos", disse Palocci, segundo relato de deputados.O ministro afirmou aos petistas que a sinalização é de uma inflação de 5,2% nos próximos 12 meses, ficando abaixo da meta, e que a taxa básica de juros continuará diminuindo gradualmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.