País pode atingir, este ano, PIB per capita histórico

O PIB per capita do Brasil de US$ 10.325, em 2008, é superior ao da China (US$ 6.500) e da Índia (cerca de US$ 3 mil).

Leandro Modé, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2010 | 00h00

Se foi insuficiente para elevar a participação do Brasil no Produto Interno Bruto (PIB) global, o crescimento mais acelerado dos últimos anos fez a renda per capita atingir níveis recordes. Nas estatísticas do Fundo Monetário Internacional (FMI), o valor mais alto do PIB per capita brasileiro foi alcançado em 2008: US$ 10.325, pelo critério conhecido como Paridade do Poder de Compra (PPP, na sigla em inglês). Este ano, segundo o Fundo, deve chegar a US$ 10.289.

Mas, como essa projeção foi elaborada antes de a instituição aumentar sua estimativa para o crescimento do País no ano (de 5,6% para 7,1%), é provável que o PIB per capita de 2010 seja o maior da história brasileira.

É um valor baixo se comparado ao dos Estados Unidos, por exemplo, onde o PIB per capita supera os US$ 46 mil. Mas superior ao da China (US$ 6.500) e Índia (cerca de US$ 3 mil). É por isso que alguns especialistas argumentam que o Brasil não precisa almejar as taxas de crescimento da China e da Índia - o estágio de desenvolvimento já está mais avançado aqui.

"O problema do PIB per capita é que se trata da média. Como sabemos, o Brasil é um dos países com a maior desigualdade do mundo", lembra o economista Simão Davi Silber, professor da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (USP). O Brasil tem o 9.º maior PIB do mundo, mas é apenas o 73.º no ranking do PIB per capita.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) informou que o Brasil é o 3.º país mais desigual do planeta, melhor apenas do que Bolívia, Madagascar, Camarões, Tailândia, África do Sul e Haiti.

Existem receitas variadas para reduzir a desigualdade. O ponto comum nas avaliações: investimento em educação.

PARA ENTENDER

Paridade do Poder de Compra é um método alternativo à taxa de câmbio para estimar o poder de compra em um país. É a medida mais aceita para comparações porque exclui os efeitos de valorização ou desvalorização da moeda. Em PPP, o PIB per capita da China beira US$ 6.500. Medido pela taxa de câmbio, US$ 2 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.