País pode receber 1ª remessa de GNL em agosto

A diretora de Gás e Energia da Petrobras, Maria da Silva Graças Foster, disse hoje que a primeira remessa de gás natural liquefeito (GNL) para o Brasil poderá chegar em agosto, pelo terminal de Pecém, no Ceará. A encomenda, no entanto, só será definida em junho. "Vai depender das condições dos reservatórios e se haverá realmente a necessidade de importar este gás", disse a diretora, após participar de solenidade no Palácio Guanabara, no Rio. O Terminal de GNL de Pecém terá capacidade para processar sete milhões de m2/dia. O investimento previsto é da ordem de R$ 40 milhõesSegundo ela, o terminal de Pecém estará pronto em junho e já terá condições de receber a primeira remessa dois meses após sua conclusão. O segundo terminal, a ser instalado na Baía da Guanabara, tem previsão para ser concluído em setembro. Ela afirmou, porém, que não acredita na necessidade de utilização deste terminal ainda em 2008. "Vamos acompanhar atentamente o cenário para ter a avaliação correta sobre a necessidade de colocar este GNL disponível", disse.Graças inverteu hoje o discurso que vinha mantendo sobre a localização de uma terceira unidade de GNL, que seria destinada ao Nordeste, mais provavelmente ao estado do Pernambuco. "Não há qualquer definição sequer sobre a região em que o terminal será instalado", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.