País recebe US$ 1,2 bi em novembro até o dia 18

Conta comercial foi responsável pelo ingresso de US$ 1,399 bilhão no período

Fernando Nakagawa e Célia Froufe, da Agência Estado,

22 de novembro de 2011 | 12h30

BRASÍLIA - O fluxo cambial registrou o ingresso líquido de US$ 1,207 bilhão em novembro até a última sexta-feira, dia 18. Os dados preliminares foram divulgados nesta terça-feira, 22, pelo chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Fernando Rocha. A contribuição para a entrada dos recursos veio da conta comercial, que foi responsável pelo ingresso de US$ 1,399 bilhão no período. O valor foi gerado pelas exportações totais de US$ 11,615 bilhões, em patamar superior às importações, de US$ 10,216 bilhões, no acumulado das três primeiras semanas do mês.

Na conta financeira, o resultado foi negativo em US$ 191 milhões no mês até a última sexta-feira. O valor foi gerado por ingressos de US$ 12,490 bilhões e saídas de US$ 12,681 bilhões.

Rocha também informou que a posição dos bancos no mercado cambial está comprada em US$ 3,386 bilhões em novembro até o dia 18. O valor é ligeiramente menor do que o observado no fechamento do mês de outubro, quando a posição comprada era de US$ 3,713 bilhões.

3ª semana

O fluxo cambial da terceira semana de novembro ficou negativo em US$ 57 milhões. Dados do Banco Central mostram que houve forte saída de US$ 1,327 bilhão na conta financeira na semana passada, entre os dias 14 e 18 de novembro.

A saída de recursos pela conta financeira foi gerada pelas saídas de US$ 4,708 bilhões, em ritmo superior aos ingressos que somaram US$ 3,381 bilhões na semana passada.

Na conta comercial, o resultado semanal foi positivo em US$ 1,271 bilhão. O valor é resultado de exportações que trouxeram US$ 4,211 bilhões e importações que foram responsáveis pela saída de US$ 2,940 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
dólaresfluxo cambialBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.