País registrou ontem pico recorde de demanda por energia

O País registrou ontem, às 19h20, um pico recorde na demanda por energia elétrica. Segundo o Ministério de Minas e Energia, nesse horário, o consumo de energia no Sistema Interligado Nacional chegou a 61.155 megawatts (MW), superando em 0,39% a marca anterior, de 60.918 MW, registrada no dia 7 de abril de 2005.Segundo o governo, essa época do ano registra historicamente aumento na demanda por energia, uma vez que o Horário de Verão já terminou, mas as temperaturas continuam elevadas - de modo que os consumidores se utilizam mais de itens como ar-condicionado, por exemplo. Além disso, o fim do Horário de Verão faz com que coincidam, no fim da tarde, o aumento no consumo residencial (quando as pessoas chegam em casa) com o acionamento da iluminação pública.A capacidade atual de geração de energia no Sistema Interligado do País é de 92 mil MW.O pico na demanda de ontem foi abastecido, em sua maior parte, por energia produzida por hidrelétricas. Elas foram responsáveis por 91,73% da energia exigida. As termelétricas convencionais forneceram 4,72% do montante demandado, enquanto as usinas nucleares responderam por 3,55%.Considerando os dados por região, o Sudeste e o Centro-Oeste (que, para o setor elétrico, são uma região só) tiveram um pico de consumo de 38.550 MW, às 19h17. No Sul, a demanda máxima foi de 10.883 MW, às 19h23. Na região Nordeste, o pico ocorreu às 18h36 e chegou a 8.242 MW. Nas áreas da região Norte que estão interligadas com o sistema elétrico do restante do País o pico foi de 3.796 MW, às 19h10.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.