Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

País segue perdendo dólares em abril

Fluxo cambial foi negativo em US$ 403 milhões entre os dias 9 e 13 deste mês

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

18 de abril de 2012 | 12h52

BRASÍLIA - O Brasil segue perdendo dólares em abril. Dados divulgados nesta quarta-feira pelo Banco Central mostram que US$ 403 milhões deixaram o País na semana passada, entre os dias 9 e 13 de abril. Com isso, no acumulado do mês, o fluxo cambial registra saída líquida de US$ 799 milhões.

A saída de recursos na semana passada foi liderada pelo segmento financeiro, que amargou fluxo negativo em US$ 2,178 bilhões. O valor foi gerado pelas saídas totais de US$ 7,788 bilhões, valor superior ao ingresso de US$ 5,610 bilhões. Com esse desempenho, o acumulado do mês no segmento financeiro acumula saída de US$ 2,410 bilhões. Por essa via, estão todas as transações de câmbio para aplicação em ações e renda fixa, empréstimos, remessas de lucros e investimentos produtivos, entre outras.

O resultado do fluxo cambial total só não foi pior porque o segmento comercial segue no azul. Com a taxa de câmbio mais favorável aos exportadores, a semana passada terminou com ingresso líquido de US$ 1,774 bilhão por essa via, graças à venda de mercadorias e serviços brasileiros ao exterior que trouxe US$ 6,282 bilhões. O valor foi mais que suficiente para pagar as importações que custavam US$ 4,508 bilhões ao Brasil na semana passada. No acumulado do mês, a conta comercial registra entrada líquida de US$ 1,611 bilhão.

No acumulado do ano até a última sexta-feira, 13 de abril, o Brasil registra entrada líquida de US$ 17,928 bilhões, sendo US$ 11,543 bilhões pela via comercial e US$ 6,385 bilhões pela via financeira.

Tudo o que sabemos sobre:
Dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.