País vai economizar US$ 3 bilhões com o fim de 800 CPDs

Como primeiro sinal de sua disposição de cortar gastos públicos, a Casa Branca anunciou ontem o fechamento de 800 centros de processamento de dados (CPDs) até 2015. A iniciativa resultará numa economia de US$ 3 bilhões para o Estado. De acordo com o plano do Escritório de Orçamento e Administração, 195 centros serão fechados neste ano e mais 178 em 2012. Segundo Stephanie Cutter, vice-conselheira do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, esse plano faz parte da campanha lançada em abril passado de redução de desperdícios e melhoria da eficiência da máquina pública.

Denise Chrispim Marin, O Estado de S.Paulo

21 de julho de 2011 | 00h00

Boa parte desses centros de processamento de dados tinha função duplicada, informa Vivek Kundra, chefe do Escritório de Informação da Casa Branca. A maior parte da economia de custos será visível na conta de energia elétrica. Mas também na desocupação de amplas áreas públicas ou alugadas do setor privado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.