Países do Bric acumulam fortes ganhos no ano, diz jornal

O jornal americano USA Today traz, nesta sexta-feira, uma reportagem que destaca a alta lucratividade dos fundos de investimento atrelados aos países do Bric - Brasil, Rússia, Índia e China - neste ano. Segundo o jornal, em média os fundos associados a mercados emergentes faturaram 12,6% no primeiro trimestre de 2006 e os dos países Bric foram ainda melhor. O USA Today diz que o Brasil subiu 20,2%; atrás de Índia, com 21,1%; China, 21,4%; e Rússia, com 28,3%. Uma das fontes entrevistadas pelo diário, do fundo de mercados emergentes Excelsior, afirma ser "ter muita fé na história dos Bric" - referindo-se à denominação cunhada em um relatório do banco de investimentos Goldman Sachs, que prevê um crescimento acentuado dessas quatro economias nos próximos 50 anos. O diário americano ainda relaciona os benefícios de cada um dos Bric. O Brasil, por exemplo, "tomou medidas para conter a inflação", segundo o jornal. "E enquanto a taxa de juros do Banco Central é de vertiginosos 16,5%, nos papéis de dois anos do governo elas caíram para 5,18% de 11%, indicando que os investidores, pelo menos, acham que a inflação está sob controle."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.