Países do Golfo seguem decisão do Fed e reduzem taxas

Nova rodada de afrouxo monetário é tentativa de manter políticas financeiras ligadas à norte-americana

Carolina Ruhman, da Agência Estado,

23 de janeiro de 2008 | 09h18

Anunciada nesta terça-feira, 22, a decisão do Fed de cortar os juros foi seguida pela maioria dos países do Golfo, que acabaram reduzindo suas taxas na madrugada desta quarta-feira. Os Emirados Árabes Unidos, a Arábia Saudita, o Qatar, Bahrein e até o Kuwait anunciaram uma nova rodada de afrouxo monetário, numa tentativa de manter suas políticas monetárias ligadas à norte-americana. O banco central dos Emirados Árabes Unidos cortou sua taxa de recompra em 0,75% para 3,5%, conforme informaram pessoas próximas ao assunto. Já o BC da Arábia Saudita reduziu sua taxa de recompra reversa em 0,5% para 3,5%, mas manteve sua taxa de recompra inalterada. O BC do Qatar baixou sua taxa de depósito em 0,5% para 3,5%, mas manteve as taxas de empréstimos e recompra inalteradas, conforme informou um funcionário do BC. O Bahrein, por sua vez, reduziu as taxas de depósito de uma semana e no overnight em 0,5% cada. Já o Kuwait reduziu suas taxas de redesconto e recompras em 0,5%. A taxa de redescontou caiu de 6,25% para 5,75%, enquanto a taxa derecompra ficou em 4%, de 4,5%, segundo informaram pessoas próximas ao assunto. O Kuwait abandonou seu dólar peg em maio, em uma tentativa de controlar a alta da inflação, e trocou seu regime cambial por uma cesta de moedas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.