coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Países do Mercosul querem finalizar acordo com UE em 2 anos

Os países do Mercosul pretendem convencer a União Européia (UE), durante as reuniões entre os dois blocos na próxima semana em Madri, a estabelecer um prazo de dois anos para a finalização de um acordo de livre comércio. Apesar de os europeus resistiriam à idéia, o embaixador José Alfredo Graça Lima, chefe da representação brasileira junto à Comunidade Européia, em Bruxelas, acredita que o atual estágio das negociações já permite que uma data para a assinatura de um acordo seja prevista. "Os dois lados já apresentaram as suas propostas iniciais, o processo de negociação está em andamento, e um prazo para o fim desse processo, que poderia ser de dois anos, é bem realista", disse Graça Lima à Agência Estado. "O estabelecimento de uma data final para um acordo numa negociação que já atingiu esse estágio é um desdobramento natural e inclusive colabora para a dinâmica do processo." Caso o prazo para a conclusão do acordo Mercosul/UE não seja acertado em Madri, Graça Lima acredita que o tema poderá ser decidido numa reunião ministerial dos dois blocos que deverá ocorrer no segundo semestre, provavelmente no Brasil. No próximo domingo, Graça Lima participa em Madri de uma reunião preparatória com representantes dos demais países latino-americanos e do Caribe para a Cúpula de Chefes de Estado, que ocorrerá entre os dias 17 e 18. Além da Cúpula UE/América Latina e Caribe, que contará com a presença do presidente Fernando Henrique Cardoso, e das reuniões de negociação bilateral entre os europeus e representantes do Mercosul, vários outros eventos paralelos acontecerão na capital espanhola ao longo da próxima semana. Na segunda-feira e terça-feira, o grupo Telefónica promove um seminário sobre telecomunicações que deverá contar com a presença do primeiro ministro José Maria Aznar, o ex-presidente da Anatel, Renato Guerreiro, e outros líderes empresariais do setor, tanto da Europa como da América Latina. Na terça-feira será também iniciado um outro fórum empresarial com participantes dos dois continentes.

Agencia Estado,

10 de maio de 2002 | 15h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.