Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Países vão querer ampliar barreiras, diz Amorim

Completamente vago em relação à estratégia comercial do Brasil para 2009, o chanceler Celso Amorim adverte que a tentação para elevar tarifas vai aumentar diante do comportamento dos países ricos e do fracasso das negociações da Rodada Doha, inclusive no Brasil. Só no País, uma elevação dos impostos de importação permitiria arrecadar mais US$ 18 bilhões. "Se eu disser isso ao meu ministro da Fazenda, Guido Mantega, ele vai gostar. Sem um sinal de estímulo de outros governos (de que não vão adotar medidas protecionistas), será mais difícil segurar uma pressão por alta de tarifas."Amorim sugere que a próxima administração americana congele os gastos de subsídios ao setor agrícola, que distorcem o comércio internacional. "Não sabemos o que vai ocorrer em termos de quedas de tarifas nos países ricos em termos de subsídios. Então nos perguntamos: por que não pensar também em nossos produtores?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.