Palladino propôs acordo para desistir de ação trabalhista contra o Panamericano

Na primeira audiência do processo trabalhista que move contra o Panamericano, realizada ontem, o ex-presidente do banco Rafael Palladino fez uma proposta: desistiria da ação se a instituição confirmasse que o dinheiro que ele recebeu por fora nos últimos anos era salário pago por meio de contrato como pessoa jurídica com o grupo Silvio Santos, e não desvio de dinheiro como acusam a Polícia e o Ministério Público Federal. No processo, ele acusa o ex-patrão de pagar os principais executivos por fora para economizar nos encargos trabalhistas. Se o Panamericano reconhecesse isso, desistiria da causa que poderia chegar a cerca de R$ 30 milhões, segundo a colunista Sônia Racy. O banco não topou.

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.