Palocci afirma que economia brasileira está menos vulnerável

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, afirmou hoje, em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, que a economia brasileira se encontra menos vulnerável às crises externas que no passado. "As contas externas estão mais sólidas", disse Palocci. Ele lembrou que o Brasil conseguiu sair de um déficit em conta corrente de aproximadamente US$ 25 bilhões para um superávit da ordem de US$ 5 bilhões.Palocci também ressaltou, em sua exposição, a queda da relação da dívida externa/exportação para uma razão de 2,2 vezes. O ministro ressaltou que este indicador é considerado "bastante satisfatório" pelos analistas de mercado. Ele também destacou que a relação entre pagamento de juros da dívida externa sobre exportação caiu e está hoje em 20,3 vezes. Para o ministro, esse resultado também é considerado um bom indicador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.