Palocci afirma que operação do BNDES não precisa de R$ 10 bi

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, afirmou hoje que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não precisará de uma capitalização de R$ 10 bilhões. Na avaliação do ministro, o governo, em uma ação coordenada de diversas áreas, tomará "medidas técnicas" que assegurarão ao BNDES todas as condições para que a instituição possa operar, em 2004, uma carteira de financiamentos da ordem de R$ 47 bilhões. "Acho que não é necessário uma capitalização de R$ 10 bilhões. O fundamental é que estamos elaborando uma série de medidas técnicas que serão suficientes para as ações do BNDES", disse Palocci.Segundo ele, as decisões com relação ao BNDES estão sendo discutidas por ele, pelo ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, e pelo presidente do BNDES, Carlos Lessa. A decisão de capitalizar a instituição foi anunciada, formalmente, ontem, pelo ministro Furlan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.