Palocci chama sindicalistas para discutir empréstimo bancário

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, convocou para amanhã, às 9h30, na sede do Ministério em Brasília, uma reunião com as principais lideranças sindicais do País. O encontro tratará da proposta sugerida pelo presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luiz Marinho, para redução do spread bancário para tomada de empréstimos por trabalhadores por meio de desconto das parcelas diretamente em folha de pagamento. A informação é do presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, que adianta considerar a proposta como "boa, mas que precisa de ajustes". "Se tivermos boas regras, acho que essa idéia será boa e poderá resultar em redução dos juros para os trabalhadores", comenta. "Vamos sugerir ao ministro que as parcelas não comprometam mais do que um terço da renda líquida do empregado. Porque se o sujeito é demitido do emprego e arruma outro trabalho com salário menor, o banco pode tomar todo o rendimento desse trabalhador", argumenta.

Agencia Estado,

02 Julho 2003 | 11h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.