Palocci descarta mudança na meta de inflação para 2005

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, insistiu que uma mudança na meta de inflação para 2005 não está na pauta do governo. "Vou fazer um debate sempre que for chamado, mas isso não está na pauta", afirmou Palocci na saída de encontro com o líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), e lideranças no Congresso para discutir a Medida Provisória que trata da Cofins.Palocci, no entanto, não quis comentar se a meta de inflação fixada em 4,5% para o ano que vem é plenamente satisfatória ou se poderia receber ajustes para permitir maior crescimento da economia, como defendem vários integrantes do governo, entre eles o líder do governo no Senado Aloizio Mercadante (PT-SP).Mercadante disse hoje à Agência Estado que o Conselho Monetário Nacional (CMN) deverá discutir em junho a proposta defendida por ele de manter para 2005 a meta de inflação de 5,5%, a mesma deste ano. Veja a matéria completa no link abaixo.Questionado sobre qual seria o argumento para manter a meta, Palocci limitou-se a afirmar, novamente, que a discussão não está na pauta. "Qualquer um tem direito de propor. Assim é a democracia", disse, rebatendo a afirmação de que representantes do próprio governo já incluíram o tema na pauta de discussões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.