Palocci destaca importância do ajuste fiscal para crescimento

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, disse hoje que o Brasil já está no quarto trimestre consecutivo de crescimento. De acordo com o ministro, a retomada do crescimento se deve ao ajuste fiscal feito "e ao forte compromisso fiscal do presidente Lula". Ele ressaltou que "um só ano de crescimento" é pouco e que o governo busca ter crescimento econômico para o País por décadas.Para isso, afirmou, "agora é preciso que o governo se concentre em agenda muito mais ampla e complexa". Ele citou a necessidade de trabalhar muito com instituições e legislações e continuar com reformas. Também enfatizou a necessidade de promover continuamente o equilíbrio fiscal e a ampliação da poupança pública.Mercado de capitaisO ministro observou que "a CVM é especialmente importante em um momento em que temos que passar do trabalho macro para o trabalho micro". Segundo Palocci, "é falso que o mercado de capitais é só para ricos. Mercado sadio é bom para grandes corporações, para pequenas empresas e para as famílias". Ele ressaltou que o mercado de capitais deve ampliar o acesso a esses capitais, reduzindo o custo.O ministro disse ainda que o momento é de "aperfeiçoamento da institucionalidade e fortalecimento da musculatura econômica". Segundo Palocci, o Brasil deve organizar sua estrutura para crescer longos anos com estabilidade e as empresas e entidades devem ver de forma colaborativa o trabalho das instituições públicas. Palocci destacou ainda que a agenda que amplia o crescimento econômico é de todos e não pode ser feita só pelo Ministério da Fazenda nem pertence a um partido político.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.