Palocci diz em Londres que crescimento superará estimativas

O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, num discurso durante um jantar de gala para 400 pessoas, promovido hoje pela Câmara Brasileira de Comércio do Reino Unido, reafirmou a confiança do governo na recuperação econômica do país, afirmando que ela poderá superar até as expectativas do mercado. ?Após uma pequena queda no PIB em 2003, refletindo o processo de ajustamento da economia, já se encontram presentes as condições para uma recuperação do nível de produto e do consumo doméstico?, disse. ?Podemos observar que o crescimento no quarto trimestre de 2003 sinaliza para uma significativa taxa de expansão em 2004, a qual poderá situar-se acima da taxa de 3,6% esperada pelos analistas de mercado". O ministro observou que, para promover o crescimento de longo prazo, o governo está adotando medidas que ?reorganizam o mercado de capitais, o sistema tributário e previdenciário público e a legislação trabalhista" Para ele, estas ações permitem ao "Estado maximizar suas atividades sociais respeitando a solvência da dívida pública e o equilíbrio em suas contas?. Palocci afirmou que a agenda de desenvolvimento inclui ainda a criação de condições para a expansão do mercado de crédito e a redução das taxas de juros de mercado, da burocracia e dos custos para a produção, além de estimular a inovação e a difusão de novas tecnologias e a expansão do volume de comércio internacional. O ministro da Fazenda disse que o governo Lula assumiu com um "grave quadro econômico de dificuldades internas e de um cenário externo de baixo crescimento" e conseguiu estabilizar a economia mediante "um severo processo de ajuste macroeconômico".

Agencia Estado,

17 Março 2004 | 20h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.