Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Palocci diz que alta de juro nos EUA não é desfavorável

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse que a maior perspectiva de aumento da taxa de juros dos EUA neste ano não significa que o cenário externo é desfavorável para a economia brasileira. "Estamos, na realidade, vivendo um cenário externo favorável, que é de crescimento econômico mundial, principalmente para o comércio exterior do Brasil", afirmou Palocci. Ele disse que o bom comportamento das contas externas brasileiras, fruto do desempenho das exportações, tem dado um respaldo fundamental para o equilíbrio das contas do País. "Ou seja, o Brasil está financiando com recursos próprios o seu movimento comercial em relação ao resto do mundo", disse o ministro.Segundo ele, a notícia confirmada de que a Europa, o Japão, a Ásia e os Estados Unidos terão maior crescimento econômico este ano é excelente para o Brasil. "O contrário disso seria um aumento de taxa de juros por causa de problemas advindos de recessão, de crises de mercado de capitais, de bolhas de crescimento. Aí, sim, seriam notícias negativas para o Brasil", afirmou. Bom desempenho das contas externasPalocci lembrou que a reversão das contas correntes brasileiras na magnitude de 5% do PIB nos últimos três anos é extraordinária e que foi possibilitada, em parte, pelo desempenho das contas externas. Segundo ele, a possibilidade de haver mudança na política monetária em algum país é uma coisa natural que ocorre em momentos como este e que o Brasil precisa continuar fazendo seu dever de casa. Segundo o ministro, é necessário reduzir a dívida em moeda estrangeira, aumentar as reservas do País e melhorar as condições da economia brasileira para enfrentar qualquer dificuldade. Ele lembra que, no passado, já houve mudanças bruscas de política monetária em países desenvolvidos, as quais tiveram efeitos danosos sobre mercados emergentes. Segundo ele, não é esse o caso neste momento.

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 16h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.