Palocci diz que governo estuda medidas para reduzir tributação

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse hoje, em entrevista ao programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, que o governo está discutindo medidas da política de desoneração dos bens de capital, as quais serão implementadas ainda neste ano. Segundo ele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve assinar nesta semana a redução do imposto de renda para estes próximos seis meses, para todas as pessoas. ?Estamos fazendo neste momento um estudo final sobre redução de impostos aplicado a poupança de longo prazo, ou seja, o governo ajusta impostos, mas também promove a redução desses impostos. Se você considerar só essas duas medidas, a redução de impostos sobre bens de capital e do imposto de renda, é uma redução de 1 bilhão e meio na arrecadação do governo", observou.O ministro afirmou que que são justas as preocupações dos empresários com relação ao aumento da carga tributária para compensar o pagamento da dívida do INSS com aposentados e pensionistas. O ministro ressaltou, no entanto, que a maneira de se pagar essa dívida decidida pela Justiça exige uma fonte de recursos. "Pela Lei de Responsabilidade Fiscal você não pode assumir uma despesa continuada sem uma fonte de recursos. Essa é uma regra da Lei de Responsabilidade e foi o mecanismo escolhido", disse o ministro. Segundo ele, desde o ano passado, quando foi feito um grande ajuste na economia, o governo está mantendo o compromisso de não aumentar a carga tributária, ao contrário de governos anteriores. "No nosso governo cortamos 14 bilhões no nosso orçamento", lembrou. "O governo tem o compromisso de que se houver aumento na carga tributária vamos tomar as medidas para colocar essa carga novamente nos patamares que estavam anteriormente", garantiu Palocci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.