Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Palocci e CUT reúnem-se amanhã para discutir tabela do IR

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Luiz Marinho, informou hoje à Agência Estado que deve se reunir amanhã com o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, para discutir a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).Segundo ele, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva orientou a sua equipe para que fizesse estudos que viabilizassem a correção da tabela. "Espero que essa reunião seja definitiva. Nós não agüentamos mais discutir esse assunto", desabafou Marinho ao chegar ao Palácio do Planalto. "Nós exigimos a correção da tabela. É um absurdo que o governo não corrija a tabela", acrescentou o dirigente sindical. A CUT quer que o presidente faça, pelo menos, a correção pela inflação do período do seu governo. "É o mínimo do mínimo", disse Marinho.O presidente da CUT também espera que o presidente Lula autorize um reajuste do salário mínimo para, pelo menos, R$ 270,00. Na sua avaliação, um aumento inferior a esse valor seria "totalmente" frustrante. "Se cabe no Orçamento, seria um absurdo não conceder o aumento para R$ 270,00. Não tem sentido subir apenas para R$ 260,00", disse Marinho.

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 15h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.