Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Palocci espera que País não precise do FMI ainda neste governo

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse que o País está "muito perto" do momento em que não precisará mais do apoio financeiro do Fundo Monetário Internacional (FMI). "É lógico que o que se busca é um determinado momento em que não seja preciso um novo acordo", afirmou. "Isso é tão bom para o Brasil quanto para o Fundo". Ele observou que o FMI deve buscar apoiar países que, de fato, têm necessidade de recursos para equilibrar suas contas. Palocci disse estar otimista de que "este momento" (em que o País não mais precise do Fundo) chegará ainda no governo Lula. "Acredito que sim. Eu vejo com otimismo o fato de que, ainda neste governo, nós possamos fazer políticas econômicas sem necessidade de acordos ou de apoios financeiros do Fundo". As declarações foram feitas pelo ministro no Palácio do Planalto, na cerimônia da abertura das comemorações da Semana da Pátria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.