Palocci indica Marcelo Fernandez Trindade para presidir CVM

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, indicou hoje ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o advogado Marcelo Fernandez Trindade para substituir Luiz Leonardo Cantidiano na presidência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O ministro também indicou o advogado Eli Loria para ocupar uma das diretorias da instituição. Em nota, o Ministério da Fazenda informa que Cantidiano está deixando "a pedido" a presidência da CVM. "O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, reuniu-se hoje com Luiz Cantidiano para agradecer a colaboração do advogado neste mais de um ano de trabalho conjunto. O ministro Palocci compreende as razões pessoais e profissionais de Cantidiano, que tantos serviços prestou ao Brasil e ao aperfeiçoameno institucional do mercado de capitais", afirma o Ministério na nota. O advogado Marcelo Trindade, de 39 anos, é formado em Direto pela PUC do Rio e foi diretor da CVM de dezembro de 2000 a abril de 2002. É professor da PUC desde 1993 e coordenador do curso de pós-graduação em direito societário e mercado de capitais da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Eli Loria, de 52 anos, é formado em Administração Pública pela FGV, com mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Lora é presidente da comissão de ética da CVM desde outubro de 2001 e já representou a instituição em diversos conselhos públicos.

Agencia Estado,

12 Março 2004 | 12h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.