Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Palocci: Não há risco de crise inflacionária

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse hoje que não há risco de o País vislumbrar um cenário de crise inflacionária ou nas contas externas. "Temos um cenário muito benigno, dentro do qual é necessário trabalhar para garantir o controle inflacionário, um controle fiscal forte e crescer com consistência", afirmou. O ministro participa, em Washington, das reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BIRD) . Palocci disse estar tranqüilo de que o BC vai garantir a convergência da inflação para as metas e ressaltou que a inflação está um pouco acima da meta mas não está descontrolada. O ministro afirmou ainda que o Brasil está crescendo em ritmo bom. "A taxa de crescimento do Brasil este ano é o dobro da média dos últimos dez anos.", disse. Mas reconheceu que, apesar de a utilização da capacidade produtiva da economia estar em alta, ainda há espaço para os índices crescerem. Ele ressaltou que o importante é que as empresas estão investindo ou têm planos para isso. Para Palocci, o nível de investimento no Brasil está positivo e deverá ficar mais forte com um crescimento maior. Contudo, questionado sobre os dados do IBGE divulgados hoje, de que a taxa de investimento no País no primeiro semestre foi de apenas 18,9% do PIB, Palocci admitiu que essa taxa é de fato baixa, mas é maior do que em períodos anteriores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.