Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Palocci não nega ter herdado política econômica de FHC

Minutos após ser cumprimentado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e iniciar a exposição no seminário Fórum Empresarial, o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, deu uma declaração sobre seu compromisso com os pilares macroeconômicos herdados no governo passado. Ao comentar que está dando continuidade à política econômica de FHC, Palocci disse não se sentir ofendido. "Se é igual e estiver correto, vou continuar fazendo isso por mais dez anos", afirmou, ganhando aplausos calorosos dos cerca de 300 participantes do seminário, sendo a maioria empresários do eixo Rio-SP.O encontro entre Palocci e FHC foi rápido, com um breve cumprimento, antes do início da exposição do ministro. Ao ser indagado por um empresário sobre a alta do risco Brasil em decorrência do relatório do banco norte-americano J.P. Morgan, o ministro sustentou que esta não era a avaliação que o governo Lula fazia para o futuro do Brasil. O ministro da Fazenda foi elogiado pelos presidentes do HSBC, Emilson Alonso, e da Amil, Edson Bueno. Bueno disse que todo o Brasil acredita que Palocci está indo bem, enquanto Alonso afirmou que Palocci é uma unanimidade na condução da política econômica. Surpreso com o elogio, o ministro virou-se para o presidente do banco e perguntou, em tom de brincadeira: "Você estava viajando?", numa referência às críticas que vem recebendo de fora e de dentro do próprio governo.

Agencia Estado,

16 de abril de 2004 | 20h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.