Palocci rebate estudo e garante que carga tributária caiu

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, rebateu hoje o estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), divulgado na quarta-feira, indicando que houve um aumento da carga tributária de 0,9 ponto percentuais no primeiro semestre de 2003. "Não sei de onde tiraram esses dados", afirmou. "Infelizmente se divulgam dados sem nenhuma consistência".Em audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado sobre reforma tributária, o ministro garantiu que os dados de arrecadação do governo federal mostram uma queda da carga tributária. Ele disse que o volume de tributos arrecadados pelo governo federal, este ano, está em 21,4% do PIB, inferior aos 23,7% registrados no ano passado. "Esse é o dado real que temos até agora. A afirmação de que nós precisamos, no mínimo, manter a carga este ano está sendo um fato, e não retórica", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.