Palocci sinaliza que combustíveis poderão subir ainda mais

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, disse hoje que foi correta a decisão da Petrobrás em aumentar o preço dos combustíveis. Ele destacou ainda que provavelmente a Petrobrás fez "o nível de ajuste, mas não todo o ajuste", ao ser questionado sobre o fato de que o mercado esperava um reajuste maior.Segundo ele a Petrobrás está fazendo um ajuste frente ao aumento dos preços internacionais, que todos os países do mundo estão fazendo. "Há muita incerteza, mas é certo que por um período razoável vai ficar acima da média dos últimos anos", disse Palocci, referindo-se aos níveis de preços do petróleo no mercado internacional.Palocci afirmou ainda que não sabe quais os elementos que a Petrobrás utilizou para fixar o porcentual de reajuste, mas destacou que ainda há muitas incertezas em relação ao comportamento do preço do petróleo no médio prazo. Segundo o ministro todos os países estão observando o que vai acontecer no curto e médio prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.