Palocci vê ´perspectiva´ de queda de juros

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, projeta redução dos juros este ano, segundo matéria publicada hoje no jornal britânico Financial Times. "O cenário é que a política de juros vai se tornar menos restritiva neste ano", disse o ministro. Nesta quarta-feira, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, se reúne para decidir sobre a taxa de juros básica da economia, a Selic. O mercado financeiro está dividido entre a manutenção dos 19,5% ao ao ano ou alta de 0,25 pontos. Palocci indicou também ser improvável que o governo aumente as metas de inflação para 2007, embora ele tenha insistido "que não anteciparia a decisão". Ele disse que não há ?perspectiva a priori? de aumentar as margens de tolerância para a meta central dos atuais 2% para 2,5%, como sugerem alguns economistas do PT, segundo o jornal. ?Não gosto dessa idéia?, disse. ?Não me identifico com aqueles que acreditam que um pouco mais de inflação traz um pouco mais de crescimento?. O jornal diz que o ministro, ?o principal advogado de políticas simpáticas ao mercado dentro do governo de tendência de esquerda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva?, não parece preocupado com a valorização do real. Segundo o FT, Palocci indicou a possibilidade de que a moeda se deprecie como resultado de uma redução do superávit comercial nos próximos meses. ?Se a moeda na verdade se valorizar além do que os fundamentos sugerem, o comércio vai ajustá-la.?

Agencia Estado,

18 Maio 2005 | 08h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.