Panamericano tem prejuízo de R$133,62 mi no trimestre

O Banco Panamericano, que teve seu controle comprado pelo BTG Pactual , anunciou nesta quarta-feira prejuízo líquido de 133,617 milhões de reais no trimestre encerrado em dezembro do ano passado.

REUTERS

16 de fevereiro de 2011 | 08h26

O banco que pertencia a Silvio Santos, dono do SBT, protagonizou uma fraude contábil revelada em novembro do ano passado.

No total, o rombo identificado no banco de médio porte foi de 4,3 bilhões de reais. A instituição mantinha em seu balanço como ativos carteiras de crédito que haviam sido vendidas a outros bancos. Também houve duplicação de registros de venda de carteiras, inflando o resultado do Panamericano, segundo identificou o Banco Central.

O Panamericano terminou o ano passado com carteira de crédito totalizando 13,3 bilhões de reais, contra 9,97 bilhões de reais em 2009, conforme resultado divulgado anteriormente.

Em 31 de janeiro, o BTG Pactual, do banqueiro André Esteves, anunciou a compra do controle do Panamericano por 450 milhões de reais, assumindo 51 por cento das ações com direito a voto que pertenciam ao Grupo Silvio Santos e parcela de papéis preferenciais da instituição.

Outro acionista relevante do Panamericano é a Caixa Econômica Federal. Na semana passada, a Caixa informou que vai disponibilizar de 8 bilhões a 10 bilhões de reais ao Panamericano para dar liquidez ao banco.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSPANAMERICANORESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.