Panasonic compra 50,2% da Sanyo por US$ 4,6 bilhões

A aquisição da maior fabricante mundial de baterias recarregáveis já era esperada pelo mercado

Reuters,

10 de dezembro de 2009 | 08h58

A Panasonic afirmou nesta quinta-feira que adquiriu 50,2% da Sanyo Electric, maior fabricante mundial de baterias recarregáveis, completando um acordo de US$ 4,6 bilhões.

 

A transação era amplamente esperada. Os três maiores acionistas da Sanyo concordaram em vender suas participações a um prêmio para assegurar que a Panasonic garantisse mais da metade das ações da Sanyo.

 

A Panasonic pagou 131 ienes por cada ação ordinária, gerando um grande lucro ao Goldman Sachs, Daiwa Securities SMBC e Sumitomo Mitsui Banking, que compraram ações preferenciais conversíveis em 10 ações ordinárias por 700 ienes cada em 2006.

 

Os clientes de baterias da Sanyo para veículos híbridos incluem Honda Motor, Ford e PSA Peugeot Citroen. Além disso, a Panasonic possui uma joint-venture com a Toyota Motor para desenvolvimento de baterias híbridas e elétricas para carros.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
PanasonicSanyo, aquisição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.