Panelaço pedirá a deposição de juízes argentinos

A tradicional quinta-feira de panelaço em frente ao Palácio de Tribunales, sede da Suprema Corte de Justiça, terá um clima diferente hoje. A partir das 17 horas, os "caceroleiros", como vem sendo chamada a população que protesta batendo panelas (caçarolas), estarão pedindo a destituição dos juízes da Suprema Corte e, ao mesmo tempo, vão comemorar o início da investigação da Comissão Parlamentar, que recomendará o impeachment.O protesto também marcará o pedido de que os juízes não renunciem antes de serem "expulsos" do cargo, como vem sendo comentado pelos corredores da Suprema Corte. O movimento de hoje antecede ao panelaço nacional marcado para amanhã à noite, já considerado um clássico dos panelaços.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.