Panorama Econômico

ESTADOS UNIDOS

, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2010 | 00h00

Bancos pagaram US$ 1 bi a executivos na crise

O responsável pelos pagamentos do Programa de Alívio para Ativos Problemáticos (Tarp), do Departamento do Tesouro dos EUA, Kenneth Feinberg, vai citar 17 instituições financeiras por terem feito mais de US$ 1 bilhão em pagamentos "não recomendados" a seus executivos no auge da crise financeira, segundo fontes citadas pelo Wall Street Journal. O relatório de Feinberg deve ser divulgado hoje. Entre os bancos que ele deverá citar estão Goldman Sachs, JP Morgan Chase e Citigroup, disseram as fontes. Feinberg não tem autoridade para exigir a devolução desses pagamentos. Várias das 419 instituições que receberam recursos emergenciais do governo federal americano pelo programa Tarp, entre elas Goldman, JPMorgan e Citigroup, já devolveram o dinheiro ao Tesouro.

ÍNDICE BIG MAC

Indicador aponta que real está 31% valorizado

O Índice Big Mac, que compara o preço do sanduíche em 120 países, mostra que o real está valorizado em 31%, segundo a revista The Economist, que faz o cálculo. No Brasil, o sanduíche custa US$ 4,91, enquanto nos EUA sai por US$ 3,73. Trata-se de um caso raro entre países emergentes, que normalmente têm moeda menos valorizada ou mesmo desvalorizada. O indicador é importante por permitir aplicar a teoria da paridade de poder de compra, em que se compara, entre vários países, o preço de um mesmo conjunto de bens.

Mercado aquecido

Venda doméstica de materiais de construção sobem forte em julho e no semestre

16,34% foi o aumento em junho em relação a igual período do ano passado

19,78% foi o crescimento das vendas no primeiro semestre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.