Panorama Economico

COMÉRCIO EXTERIOR

, O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2010 | 00h00

UE fecha acordo histórico com a Coreia

Os governos que integram a União Europeia (UE) aprovaram ontem acordo de livre comércio com a Coreia do Sul, 12.ª maior economia do mundo. Com um comércio bilateral de US$ 74,3 bilhões no ano passado, o acordo é um dos maiores pactos bilaterais de livre comércio da história, comparável em volume somente a tratados similares fechados pela Austrália com a China e com os Estados Unidos. A principal dificuldade foi conseguir a aprovação do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, que temia que a Fiat fosse prejudicada. O acordo prevê a eliminação gradual de tarifas de 96% dos produtos europeus e de 99% dos produtos sul-coreanos no prazo de três anos. Todas as tarifas sobre produtos industrializados serão eliminadas dentro de cinco anos.

CRISE GLOBAL

Desemprego na Grécia é o maior em 10 anos

O desemprego na Grécia atingiu a máxima em 10 anos no segundo trimestre, e economistas esperam que a situação piore mais, com a política de contenção de gastos públicos prejudicando a atividade econômica.

A taxa de desemprego subiu para 11,8% nos três meses até junho, de 11,7% no primeiro trimestre, conforme o Produto Interno Bruto (PIB) grego encolheu à taxa anual de 3,7%. O número de pessoas oficialmente sem trabalho na Grécia é de 594.032. O desemprego é muito mais alto, de 22,8%, entre os jovens de 15 a 29 anos.

"A China precisa permitir uma valorização significativa do yuan, para corrigir essa subvalorização e permitir que a taxa de câmbio reflita totalmente as forças do mercado."

Timothy Geithner

SECRETÁRIO DO TESOURO DOS EUA

Intenção de compras

Os brasileiros pretendem elevar o consumo, mesmo com um crescente endividamento

0,6%

foi o crescimento da intenção de consumo em setembro, segundo pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC)

59,2%

foi o porcentual de famílias endividadas no período

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.