Panorama Econômico

SILVIO BERLUSCONI

, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2011 | 00h00

PRIMEIRO-MINISTRO DA ITÁLIA

"Eu não estou preocupado com o controle da agência Moody"s. O sistema bancário italiano é sólido e bem capitalizado."

JEAN-CLAUDE JUNCKER

PRESIDENTE DO EUROGRUPO

"É preciso verificar se o texto que será aprovado pelo Parlamento grego terá uma aplicação imediata na realidade do país."

TIMOTHY GEITHNER

SECRETÁRIO DO TESOURO DOS EUA

"A decisão de liberar as reservas de petróleo é uma política sensata e será responsável por uma modesta ajuda e alívio."

AMÉRICA LATINA

Inflação alimentar fica estável, destaca a FAO

A inflação alimentar se estabilizou na América Latina, segundo levantamento da FAO. Em maio, o índice ficou em 7,4%, nível similar ao verificado nos últimos três meses. A pesquisa destaca ainda que em outras regiões do mundo os preços dos alimentos continuam elevados e estão 37% mais altos do que em maio do ano passado.

CAPITAL NO EXTERIOR

Banco Central define datas de entrega da CBE

O Banco Central informou os períodos de entrega das declarações de Capitais Brasileiros no Exterior (CBE). As declarações com data-base em 31 de março de 2011 devem ser entregues entre 1.º e 29 de julho; com data-base em 30 de junho, no período de 1.º a 30 de setembro; e com data-base em 30 de setembro, entre 1.º a 30 de dezembro.

INFLAÇÃO

Preços na China devem cair, diz Wen Jiabao

Os preços na China estão numa margem controlável, segundo informou o primeiro-ministro da China, Wen Jiabao (foto), em artigo no Financial Times. "A China fez do controle da alta dos preços a prioridade da regulação macroeconômica e introduziu uma série de políticas de metas. O nível geral dos preços está dentro de uma margem controlável e deve cair de modo sustentado", escreveu Wen. Ele acrescentou que as importações estão crescendo e que "confia que os preços estarão sob controle este ano".

Índice do varejo

As roupas lideraram a alta de preços no mês passado, segundo a Fecomercio-SP

0,46% foi o aumento do Índice de Preços no Varejo (IPV) em maio, na comparação com abril. No segmento vestuário, tecidos e calçados, a elevação foi de 1,04%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.