Pão de Açúcar aposta em expansão de lojas de bairro

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Pão de Açúcar aposta em expansão de lojas de bairro

Empresa diz que vaimanter 'investimentosignificativo' em 2015,apesar da desaceleraçãodas vendas do setor

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2014 | 02h05

O Grupo Pão de Açúcar manterá investimento significativo em 2015, afirmou ontem o vice-presidente de infraestrutura e desenvolvimento estratégico da companhia, Peter Estermann, sem detalhar valores.

No início do ano, a empresa afirmou que o investimento de 2014 deverá ficar em patamar similar ao R$ 1,85 bilhão de 2013, mas acelerando a expansão de lojas, com otimização do capital alocado.

Apesar de citar o menor crescimento econômico como um fator negativo, Estermann disse que há oportunidades para crescimento no setor supermercadista, fundamentadas em grande parte na oferta multicanais de compra.

Segundo o executivo, o GPA está pronto para levar a todas as unidades do Extra em São Paulo o modelo de retirada nos hipermercados de produtos comprados pelo site. Atualmente, o sistema funciona em mais de dez lojas.

Estermann acrescentou que a abertura de lojas de vizinhança, de espaço físico reduzido, segue como prioridade e que o "negócio está dando certo". No segundo trimestre, o GPA inaugurou 16 lojas neste conceito.

Desceleração. Durante congresso do setor, em Atibaia (SP), Estermann disse que a varejista reconhece que, em momentos de desaceleração econômica, o fator preço se torna mais importante. Ele frisou, porém, que o GPA está comprometido em manter suas metas de crescimento orgânico.

Na véspera, a associação que representa o setor, Abras, reiterou a previsão de crescimento das vendas reais dos supermercados brasileiros de 1,9% em 2014, contra estimativa anterior de 3%. Em 2013, o avanço havia sido de 5,36%. Para o ano que vem, a Abras divulgou projeção de alta de 2,5%. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.