Pão de Açúcar: Casseb saiu por discordância de metas

O presidente do conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar, Abilio Diniz, afirmou hoje que a saída de Cássio Casseb da empresa ocorreu por discordâncias em relação às metas previstas para 2008. Para Diniz, os objetivos da companhia teriam de ser mais agressivos, se comparados aos previstos pelo ex-presidente do grupo. Ele negou, no entanto, desentendimento com o executivo que deixou o grupo nesta semana. "O Abilio não brigou com o Casseb", disse.Na última segunda-feira, o Pão de Açúcar anunciou a saída de Casseb do cargo de diretor-presidente do grupo e, no dia seguinte, confirmou a nomeação do consultor Cláudio Galeazzi para o posto. "Mas de palpável nada muda. Vamos continuar com os nossos planos", afirmou o presidente do conselho durante a abertura do evento Top Log, que premia esta tarde fornecedores do grupo.Ao comentar a mudança na presidência do Pão de Açúcar, Abílio ressaltou a importância da atual equipe. "Não existe nenhuma pessoa que, sozinha, faça a diferença. Somos uma equipe, e a equipe está aqui." Na avaliação de Abilio, a companhia terá que ser mais exigente na busca por produtividade e eficiência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.