Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Papa é última chance de salvar euro, diz comunicado falso da UE

Aparentemente apenas o papa Bento 16 e a intervenção divina podem salvar o euro neste momento.

REUTERS

29 de março de 2012 | 11h53

Num comunicado falso divulgado nesta quinta-feira, o Conselho Europeu anunciou que estava convocando outra cúpula da zona do euro para resolver a crise da dívida, um encontro que seria realizado em 1º de abril, ou Dia da Mentira, com a participação do papa.

"A presença de Sua Santidade, o papa, oferece uma oportunidade para orar por intervenção divina para salvar o euro", diz o comunicado. "Isso é visto agora como a estratégia mais crível."

Embora claramente uma brincadeira, a declaração pode levar alguns a concluírem que diplomatas da União Europeia estão adotando uma abordagem mais leve para a crise da dívida, agora que o pior parece ter passado.

O Vaticano usa o euro, embora não faça parte da zona do euro formada por 17 países.

(Reportagem de Daniel Rolle)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROUEPAPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.