Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Papéis de financeiras derrubam mercados na Europa

O mercado europeu encerrou aquinta-feira em queda, derrubada por ações do setor financeiroem meio aos receios acumulados sobre uma recessão nos EstadosUnidos, com o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke,afirmando que pequenos bancos norte-americanos expostos aosetor imobiliário podem falir. O índice FTSEurofirst 300, que engloba os principais papéisdo continente, caiu 1,8 por cento, a 1.333 pontos, acumulandobaixa de 11,5 por cento no ano. As ações do banco UBS, o mais afetado pela crise dashipotecas de risco (subprime), caiu 4,9 por cento depois que oMorgan Stanley alertou que a deterioração do mercado de créditopode forçar o banco suíço a registrar ainda mais baixascontábeis. O BNP Paribas caiu 4 por cento. Fontes próximas à questãoafirmaram que executivos do maior banco francês listadosondaram o governo várias semanas atrás sobre uma possívelaquisição do concorrente Société Générale. "As ações européias estão vulneráveis a um desaquecimentonos Estados Unidos se alastrando para a Europa, exacerbada pelaalta do euro, e numa base cambial ajustada, os papéis docontinente não parecem tão atraentes", afirmou Andrew Bell,estrategista da Rensburg Sheppards Investment Management.O dólar atingiu seu pior patamar ante o euro. As ações do Royal Bank of Scotland caíram quase 2 por centomesmo com o banco britânico divulgando lucros em linha com asexpectativas e elevando seus dividendos. "Essa confiança baixa é um sintoma do setor bancário comoum todo neste momento -- alimentado por temores sobre o queainda pode vir do subprime, um panorama cada vez pior sobre aeconomia dos EUA e a incerteza para os negócios hipotecários eimobiliários no Reino Unido", afirmou o IG Index em comentáriodo mercado. Entre os ganhadores, a InBev subiu quase 10 por centodepois de apresentar resultados acima do esperado e aumentarseus dividendos, o que fez dela o papel mais valorizado naEuropa no dia. Em Londres, o índice Financial Times fechou em queda de1,82 por cento, a 5.965 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX recuou 1,93 por cento, para6.862 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 caiu 2,08 por cento, para 4.865pontos. Em Milão, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,22 porcento, a 26.037 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 1,35por cento, para 13.272 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve baixa de 1,4 por cento, para10.968 pontos.

PETER STARCK, REUTERS

28 de fevereiro de 2008 | 15h40

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.