finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Para analista, Santander não parará após vender Antonveneta

O mercado elogiou a rápida venda doAntonveneta pelo Santander nesta quinta-feira, mas se recusou aacreditar que o banco espanhol não estaria imediatamentebuscando outra fusão e está se perguntando o que virá emseguida. O Santander tem reputação de ser um dos bancos maiscompradores e astutos na Europa e consolidou essa imagem naquinta-feira ao acertar a venda do Antonveneta com um lucrovirtual de cerca de 50 por cento antes mesmo de completar aaquisição. O diretor Financeiro do Santander, José Antonio Alvarez,disse várias vezes a analistas em uma teleconferência que obanco não tem outra aquisição na manga, e estava apenas tirandovantagem de uma boa proposta. Nesta quinta-feira o Santander aceitou uma oferta paravender o Antonveneta ao Banca Monte dei Paschi di Siena por 9bilhões de euros, sem incluir a unidade corporativa Interbanca,que será vendida separadamente pelo valor de 1,1 bilhão deeuros. "O Santander é impressionante. Eles tiveram grandes ganhosde capital em um negócio que ainda não fecharam", disse JavierGalan, administrador de fundos da corretora Renta 4. "O mercado já está começando a perguntar o que eles vãofazer com todo o dinheiro que já juntaram... e nomes, comoSovereign Bank e Deutsche Postbank são a bola da vez. O queestá claro é que o Santander não ficará parado", afirmou. (Por Jane Barrett)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.